22 April 2014

Bem amado Mestre, não queria ser impertinente mas olhe que um GPS dá um jeitão do caraças...

3 comments:

W. B. Neher said...

das Neves é sempre uma fonte de inspiração; depois de ler esta admirável prosa do Mestre fiquei com vontade de rever o The Fog, de John Carpenter.

Táxi Pluvioso said...

Cristo, o seu inner GPS, indicará sempre o caminho a das Neves:

https://www.youtube.com/watch?v=Kppx4bzfAaE

João Lisboa said...

Mas, pelos vistos, não funciona com nevoeiro.